• 15 99141.6999 • 15 3238.1151
  • imprensa@periclesregis.com.br

Depois de problemas na adutora, requerimento de Péricles questiona ações preventivas do SAAE

Depois de problemas na adutora, requerimento de Péricles questiona ações preventivas do SAAE

Vereador quer saber se problema poderia ser previsto, e se o poder público tem planos para evitar novos desabastecimentos

Péricles entrega Ofício ao prefeito José Crespo durante as obras na adutora

Péricles entrega Ofício ao prefeito José Crespo durante as obras na adutora

Com o reparo da adutora na Serra de São Francisco concluído, a preocupação é evitar que episódios dessa natureza se repitam. Para cobrar providências do Poder Público, o vereador Péricles Régis (PMDB) protocolou um requerimento com questionamentos sobre como o Executivo pode agir preventivamente para evitar novos acidentes, assim como alternativas para que a cidade aperfeiçoe seu sistema de captação e distribuição de água para reduzir a dependência das adutoras que transportam água a partir da represa de Itupararanga.

“Os acidentes acontecem sem o controle do Poder Público. Porém, é preciso que a cidade tenha uma infraestrutura que minimize os efeitos para a população”, diz o vereador. “Os Centros de Distribuição que estão espalhados pelas regiões da cidade precisam estar interligados para haver uma logística mais eficiente nos casos de emergência”, complementa.

O documento protocolado também aborda a construção da Estação de Tratamento de Água (ETA) no Vitória Régia, para captar água bruta do Rio Sorocaba, o que faria com que a cidade passasse a contar com mais uma alternativa de abastecimento. “Quero saber se já existe prazo para início e término dessa obra; o valor dela e se existem recursos disponíveis; e se essa nova ETA poderia amenizar problemas como esse que vivemos desde 31 de janeiro. Se essa for a melhor saída, precisamos unir as forças políticas, incluindo os deputados da Região Metropolitana, para evitar novos transtornos para a população”, ressalta.

O vereador também questionou a instalação dos chamados Anéis de Distribuição, assunto sempre discutido, mas que não saiu do papel. “O próprio SAAE, nas gestões anteriores, divulgou informações sobre isso. Queremos saber se as obras estão em andamento, como está o cronograma e qual o efeito prático dessa intervenção de engenharia para o município,” finaliza.

Desde o início do desabastecimento na cidade o vereador Péricles Régis acompanhou diariamente o andamento das obras de reparo, foi aos bairros mais atingidos e utilizou as redes sociais para divulgar informações de serviço público sobre os rodízios. Também recebeu reclamações de moradores sobre a falha no abastecimento emergencial, e chegou a fazer um ofício com os bairros onde a água faltou, e que foi entregue pessoalmente ao prefeito José Crespo (DEM) e ao secretário de Recursos Hídricos e diretor do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), Ronald Pereira da Silva.

Comentários

Comentários

Assessoria Péricles Régis