• 15 99141.6999 • 15 3238.1151
  • imprensa@periclesregis.com.br

Quanto o BRT irá custar ao usuário?

Quanto o BRT irá custar ao usuário?

O vereador Péricles Régis (MDB) encaminhou ao Executivo um requerimento onde pede detalhes sobre as informações divulgadas até agora sobre o projeto de implantação do BRT – Ônibus Rápido (Bus Rapid Trânsito, na sigla em inglês). Em seu requerimento o vereador pede detalhes sobre o impacto do projeto no valor das tarifas do transporte coletivo e também sobre como as obras impactarão o trânsito. O sistema, apontado como uma saída para melhoria da fluidez no tráfego de Sorocaba, já está o consórcio responsável por sua implantação escolhido e as obras estão para ser iniciadas.

“O sistema de transporte público passa por uma crise em Sorocaba, com queda de arrecadação e da procura da população pelos ônibus. A agilidade do BRT é um chamariz para o transporte público. Pela agilidade que ele proporciona, pode fazer com que muita gente deixe seu carro em casa e opte pelo transporte rápido, porém para isso é necessário que a tarifa fique dentro de um valor aceitável”, afirma.

O vereador também questiona o prazo para o efetivo início das atividades, uma vez que em janeiro de 2018 a Secretaria de Comunicação da Prefeitura divulgou que o sistema estaria operante dentro de 18 meses. “Precisamos saber de mais detalhes sobre a forma como o consórcio responsável pela obra irá coordenar a instalação dos corredores pela cidade, pois até agora não há qualquer movimentação para garantir o cumprimento da data divulgada e quero saber se o cronograma está mantido”.

Péricles pede também detalhes sobre como o trânsito será afetado durante os 18 meses previstos para as obras, questionando detalhes sobre interdições previstas, por quanto tempo elas ocorrerão em cada trecho da cidade e quais rotas alternativas serão disponibilizadas para que o trânsito não trave.

O BRT será viabilizado graças a um financiamento de aproximadamente R$ 130 milhões do Governo Federal. Inicialmente a Prefeitura vai implantar as duas primeiras linhas, Norte-Sul e a Leste-Oeste, que totalizarão cerca de 35 quilômetros, para a circulação do BRT dentro de quatro principais corredores da cidade. Serão 20 quilômetros de corredores exclusivos e 15 quilômetros de faixas exclusivas que passaram por vias já existentes. A previsão é de que entre 150 mil e 180 mil usuários do transporte coletivo poderão ser atendidos pelo sistema diariamente.

Comentários

Comentários

Assessoria Péricles Régis