• 15 99141.6999 • 15 3238.1151
  • imprensa@periclesregis.com.br

Requerimento de Péricles confirma: Sorocaba tem apenas uma ambulância UTI operando

Requerimento de Péricles confirma: Sorocaba tem apenas uma ambulância UTI operando

Segundo Prefeitura, ampliação da frota para atendimentos mais graves depende de equipe

 

Sorocaba possui apenas uma ambulância de UTI em operação pelo Samu. A informação, passada por meio de denúncia feita por funcionários do serviço de emergência, foi confirmada pelo vereador Péricles Régis (MDB) através de requerimento enviado à Prefeitura. O número desrespeita portaria do Ministério da Saúde. O Executivo afirma que há um segundo veículo disponível, mas ainda não há equipe para operá-lo.

Na denúncia feita ao vereador, os funcionários do Samu explicam que a unidade de UTI é considerada instalação pré-hospitalar móvel de emergência, responsável pelo atendimento precoce de vítimas graves de natureza clínica, cirúrgica, traumática e inclusive psiquiátrica. “Estamos cansados de chegar atrasados às ocorrências e justificarmos às famílias dizendo que só temos uma ambulância de UTI”, relataram os denunciantes na mensagem enviada ao vereador.

No requerimento nº 2466 mandado ao Executivo, Péricles Régis cita portaria do Ministério da Saúde de 2003, que preconiza um veículo de suporte avançado à vida para cada 450 mil pessoas no máximo, porém dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que em julho de 2018 Sorocaba já possuía população de 671 mil habitantes.

Em resposta ao questionamento de Péricles quanto aos planos da Prefeitura de ampliar a frota de UTIs, o Executivo respondeu que já há uma nova unidade móvel intensiva disponível aguardando “acomodação de equipe”. Para isso, descreve a resposta, já há planejamento que leva em consideração o início da gestão compartilhada nas unidades pré-hospitalares da Zona Oeste e Zona Norte. Péricles afirma que além de garantir o funcionamento das viaturas, é necessário assegurar estrutura adequada, uma vez que ações de fiscalização anteriores já identificaram viaturas com falta de equipamentos ou instalações danificadas.

 

 

Comentários

Comentários

Assessoria Péricles Régis